quarta-feira, 19 de janeiro de 2011


Quando cruzo meu olhar com jovens,tropeço na beleza contagiante e me sensibilizo, assustada com tamanha harmonia sublime da juventude....e lá vou eu querendo parar o tempo , explicar meu tempo e chegar a conclusão nenhuma do que fiz com ele.Na intensidade com que vivem os jovens , achando que o tempo é curto...vão embolando os acontecimentos num amontoado de atitudes insensatas e inrresponsáveis. Vivendo paixões arrebatadoras, com certeza determinada que não vão envelhecer nunca...e que no hoje tudo é permitido estimulando sua capacidade de potência até o grau mais elevado de qualquer paciência humana adulta.
Amar talvez seja essa a melhor parte da vida,amar com reponsabilidade com respeito, mas....esse não é o amor que a maioria quer e independentemente da vontade de cada um, evolui uma vontade louca de transgressão, daí para o impróprio é um pulo.
É claro que não existe regras de educação,formação de indivíduos, mas existem exemplos, normas, leis e disciplinas a serem seguidas e isso siguinifica se fizermos corretamente as coisas , choraremos bem menos e riremos mais. A intensidade que vivemos hoje definirá o nosso amanhã. E nosso amanhã não pode ser conturbado, acelerado, intensificado, insensato pois não teremos a mesma virilidade e coragem da juventude, Mas o que fazer se quando somos jovens não pensamos assim?

4 comentários:

Sérgio Filho disse...

Eu aproveito muito pouco a minha vida, mas preciso mudar isso, urgente!

Aquele abraço flor!

pires disse...

Aproveite mais , menino bonito! Passa tão rápido!

Beth/Lilás disse...

Pois é, amiga Pires, os jovens hoje são bem mais egoístas do que fomos no passado. E olha que nós, pais de hoje, fomos bem mais benevolentes com eles do que foram conosco!
bjs cariocas

Daniel Savio disse...

Mas se pode ser jovem em espirito, para curtir a vida, mesmo em meio aos jovens.

E educação ajuda bastante.

Fique com Deus, menina Pires.
Um abraço.

Postar um comentário